segunda-feira, 23 de julho de 2012

Na semana de estreia do novo Batman, conheça mais sobre os personagens do filme

Tá chegando o grande momento. No dia 27, sexta-feira, o Brasil confere o desfecho da trilogia do Cavaleiro das Trevas concebido pelo aclamado diretor Christopher Nolan. E, para entrar no clima de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, o Blog do Roedel traz para você um pouco da história e algumas curiosidades sobre os personagens presentes no filme.

Para começar, nada melhor do que a sedutora Mulher-Gato, vivida nas telona pela estonteante Anne Hathaway!

Linda e em roupa de couro: nem precisa atuar bem!
A ladra Selina Kyle surgiu na primeira edição da revista Batman americana. Era conhecida apenas como "A Gata", com um visual totalmente diferente do atual. Após fugir do orfanato onde morou desde pequena, Selina buscou uma nova chance na vida. O próprio Homem-Morcego serviu de inspiração para ela se tornar a Mulher-Gato, mesmo não usando suas habilidades para combater o crime, e sim para o cometê-lo.

Michelle e sua roupa de couro: 
versão sadomasoquista da 
Mulher-Gato
A relação entre ela e o grande herói de Gotham City sempre foi confusa. Ao mesmo tempo que o Cruzado Encapuzado tenta detê-la, os dois possuem uma certa atração fatal que deixa a história deles bem interessante. É comum ver Bruce Wayne e Selina Kyle se pegando (em todos os sentidos) nas páginas das revistas da DC Comics.

Nas telonas, a Mulher-Gato já foi vivida algumas vezes, como na década de 60 (época do seriado camp do Batman) e em 2004, na tragédia protagonizada por Halle Berry, numa versão alternativa da vilã felina.

Mas a mais emblemática Mulher-Gato foi mesmo a vivida por Michelle Pfeiffer em Batman - O Retorno, de 1992. Apesar da origem bem diferente da vista nos quadrinhos, a personagem se tornou um ícone sexy, principalmente pela roupa de couro sadomasoquista usada pela estonteante atriz.

Anne, Anne...
Hoje, quem veste o manto da Mulher-Gato é a talentosa atriz Anne Hathayaw (quem não se lembra de O Diabo Veste Prada?). Muitos fãs não entenderam muito a escolha, dizendo que ela não tinha todo o sex appeal necessário para encarnar a personagem. Outra reclamação foi quanto ao visual do uniforme, bem diferente do usado por Michelle Pfeiffer em 1992.

Mas essas reclamações são infundadas. Primeiro que Anne é belíssima, e em traje de couro fica ainda mais poderosa. Segundo que o uniforme segue a linha mais "realista" dos filmes de Nolan. Afinal, andar vestida de couro remendado, com orelhas de gato, não deve ser nada legal...

Nenhum comentário:

Postar um comentário